Sexo Anal O Que é? Doenças, Lubrificação e Masturbação
Rate this post

Sexo anal


O que é sexo anal?


O sexo anal é a prática sexual em que se introduz o pênis (ou um brinquedo sexual, no caso da masturbação anal) no ânus e no reto, a par com a que se está praticando o coito.


Desde a Idade Média, o sexo anal é considerado um assunto tabu e ao longo dos séculos, quase todas as religiões têm condenado. As razões de rejeição são variadas, por um lado, o sexo anal era uma das medidas naturais mais utilizadas para controlar a natalidade; por outro, a prática do sexo tinha altos riscos de higiene. Esta substituição tem-se mantido até a atualidade. Nos Estados Unidos, por exemplo, em 2007, o sexo anal era crime em alguns estados, mesmo que se praticava em casamentos legais. A dia de hoje o sexo anal é uma das práticas sexuais mais comuns entre casais homossexuais.


Como normalmente o esfíncter está fechado, o sexo anal pode ser doloroso se previamente não se acompanhada deste músculo.Para conseguir que a prática seja prazerosa para o casal, a penetração pode ser acompanhada da masturbação, que ajuda a manter a musculatura anal relaxe e facilita e melhora a penetração anal.


Sexo seguro


Esta prática sexual não está isenta de riscos. A mucosa retal é sensível e um lugar propício para desencadear infecções. Além disso, essa mucosa cumpre um papel absorvente, função que pode aumentar diante de uma forte penetração pelo ânus, que pode provocar, por sua vez, que se gerem pequenas feridas na área e hemorragias.


Os riscos mais frequentes são:



  • Possível propagação de doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV (vírus da imunodeficiência humana), sífilis, herpes genital ou gonorreia, entre outros.

  • Detonador de doenças como elVPH (vírus do papiloma humano) e todos os tipos de hepatite.

  • Desgarros, lesões e hemorragias se você se pratica com demasiada força.

  • Gera infecções se não se usar protecção e se pratica com má higiene.

Higiene


A primeira precaução que você deve tomar o casal que quer praticar sexo anal é usar camisinha. Além disso, é imprescindível manter o mais alto nível de higiene no reto e no ânus antes de efetuar a penetração. É conveniente que a boa higiene também se realize no pênis e/ou em brinquedos sexuais, se houver.


Lubrificação


O ânus e o reto não geram de forma natural uma lubrificação que facilite as relações sexuais como a vagina. Além disso, ao contrário da vagina, os músculos dessa área não são tão elásticos e impedem a dilatação. Isso pode fazer com que em muitos casos se produzam feridas e cortes.


Para evitar isso, os casais que querem praticar sexo anal devem usar algum tipo de lubrificante que favorece a penetração. Os lubrificantes naturais, como a saliva, se evaporam rapidamente, pelo que é aconselhável a utilização de um lubrificante sintético.


Masturbação anal


A masturbação anal é a estimulação da área do ânus com o fim de intensificar o orgasmo. As formas mais comuns de masturbação são a inserção de um ou mais dedos ou algum tipo de brinquedo sexual.


Nos homens, a masturbação anal pode ser prazeroso, porque você pode chegar a tocar a próstata, que contém terminações nervosas. No caso das mulheres, a masturbação também podem chegar a estimular a vagina.


As técnicas mais utilizadas incluem tocar o orifício anal enquanto se masturbam os genitais próprios ou de casal, ou a estimulação do ânus do parceiro enquanto se realiza o coito, para aumentar a excitação durante a atividade sexual. Introduzir progressivamente os dedos ou o objeto ajuda a que a sensação de dor não é tão intensa, já que a dilatação dos músculos será gradual.


Inserir um objeto no interior do ânus também tem alguns perigos associados. Esta área é sensível e, além disso, as paredes intestinais não causa dor quando se introduzem objetos. Isto implica que, por vezes, os objetos são introduzidos demais e depois não possam voltar a tirar. Nestes casos, muitas vezes a solução é submeter a pessoa a uma cirurgia para extrair o objeto que foi inserido. Por este motivo, não é aconselhável introduzir objetos no ânus, que não são criados com esse fim.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *