Receitas de pratos para o Natal
Receitas de pratos para o Natal
Rate this post

O Natal está chegando e com ela as reuniões de família, as refeições e jantares empresariais. Com tantos excessos, todo o mundo se pergunta o que fazer para não temer subir para a balança no dia 7 de janeiro.


Apesar de que muitas pessoas associam natal com a vitória de dois ou três quilos a mais, engordar não é o problema principal estas datas: 15 dias de alimentação não saudáveis, excesso de álcool e pouco exercício físico “implicam a retenção de líquidos e aumento do colesterol ou a gordura corporal. Outros efeitos adversos podem ser também a subida da tensão, os níveis de glicose no sangue ou do ácido úrico“, como explica Eduardo González Zorzano, especialista em nutrição de Laboratórios Cinfa.


Para evitar problemas de saúde, é importante não pular as refeições, além do principal, os dias de celebração, do mesmo modo que se deve prestar atenção especial no cuidado com a alimentação nos dias que não são feriados.


Snacks



Falso capuccino de cogumelos com chantilly de queijo Idiazabal e cacau ibérico



Polvo com mojo de tomate e alho assado



Blinis com creme de queijo e ovas de truta



Ravioli de carne-seca


Prato principal



Humus em emulsão ao estilo libanês com crudités de legumes


“Podemos tomar qualquer alimento ou bebida, mas é importante fazê-lo com moderação. Não é necessário renunciar a nada”, garante Pode Perales, nutricionista do Serviço de Endocrinologia e Nutrição dos Hospitais Universitários HM Montepríncipe e HM bragança paulista.


Em primeiro lugar, é importante não ficar obcecado com o número de calorias que você consome. O objetivo, portanto, é consumir a mesma quantidade de comida que se ingere no dia-a-dia, tanto de alimentos como bebida, para poder manter as funções vitais e atividade física. Mesmo assim, deve-se ter um balanço equilibrado ao longo do dia, da semana e dos meses.


Sobremesa



Carpaccio de maçã assada com ar-de-mel


O problema é que cada pessoa é diferente, por isso que não existem parâmetros precisos que possam servir de modelo: “A quantidade de calorias que deve consumir depende de três fatores principais: a idade e, se nós somos homem ou mulher e dos níveis de actividade física que tenha cada um“, garante a especialista. Por esta razão, não todo o mundo deve consumir o mesmo número de calorias, “podendo até mesmo ingerir mais se fizer exercício físico“.


Em segundo lugar, para poder superar essas datas sem problema, não é necessário recorrer a dietas milagre. Muitas vezes se opta por este tipo de dieta para poder perder alguns quilos antes do Natal e, desta forma, “comer mais à vontade”, enquanto que outras pessoas decidem esperar até janeiro e perder os quilos a mais como resolução de ano novo.


A especialista garante que não é aconselhável controlar a dieta nos dias que antecederam a época de festas, já que não é um hábito saudável, e além disso pode ser prejudicial se não receber aconselhamento profissional: “Há que fugir dessas dietas, já que além de ser muito restritivas, podem ter o efeito rebote e fazer com que se recuperem mais quilos do que os que se perderam”, conclui.


Em vez de tomar medidas drásticas, você pode optar por outros truques que não sejam contraproducentes para o organismo, como pode ser deixar que passe um tempo entre o prato e o prato durante as refeições, já que “nosso estômago demora 20 minutos para mandar um sinal para o cérebro se está saciado ou não”, afirma a nutricionista.


Mas, sem dúvida, o mais aconselhável, para evitar que o natal afectem a saúde é comer de forma saudável também os dias de festa. Um exemplo de menu de natal saudável é o que se expõe a seguir.


 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *